ABRASS – Associação Brasileira dos Produtores de Sementes de Soja

ABRASS de cara nova

Postado em: 14/03/2019

Saiu a edição de março da revista “SeedNews”. A publicação conta com uma matéria sobre a nova fase organizacional em que a ABRASS se encontra. Confira abaixo a matéria na íntegra:

 

ABRASS de cara nova

A Associação Brasileira dos Produtores de Sementes de Soja – ABRASS passa por uma reestruturação organizacional a fim de modernizar as ações dentro do setor de sementes e no agronegócio nacional.

A nova diretoria da Associação Brasileira dos Produtores de Sementes de Soja – ABRASS tomou posse em 2018 e começou um projeto audacioso, o de reestruturação organizacional da Associação que tem por objetivo melhorar processos internos e externos da entidade, além de aumentar a capilaridade dentro do setor de sementes e no agronegócio nacional.

A ABRASS buscou empresas de consultoria, a fim de modernizar o organograma organizacional da entidade. Desde outubro de 2018 a consultoria vem realizando um trabalho que passou por várias etapas entre elas: entrevistas com diretores, colaboradores e associados, com intuito de traçar um diagnóstico da situação em que a Associação se encontrava, a visão de cada um à cerca da entidade, além de detectar os pontos fortes e fracos para que assim pudesse ser proposto um novo modelo de gestão organizacional para a ABRASS.

O Presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Sementes de Soja – ABRASS, Tiago Fonseca, relata que “Quando a nova diretoria assumiu o mandato enxergaram a necessidade de reformulação, principalmente, no que se refere ao associativismo cujo objetivo é de modernizar a Associação e melhorar a prestação de serviços com atendimento otimizado ao associado e maior inserção e representatividade em assuntos do setor sementeiro e do agronegócio”, afirmou o Presidente.

Para dar andamento ao projeto de reestruturação da ABRASS a diretoria buscou uma cara nova à Associação, com a chegada do novo Diretor Executivo, Luciano Vacari, que possui vasta experiência em administração de associações, no qual passou 10 anos à frente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), foi o executivo responsável pela “estadualização” da entidade a partir de 2008.

Vacari é considerado uma das principais lideranças na pecuária de corte do Brasil e também atuou nos últimos dois anos como Coordenador da comissão de defesa agropecuária animal do Instituto Pensar Agro (IPA), braço técnico da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), em Brasília. Para Luciano estar à frente da ABRASS trás novos desafios. “Chego à ABRASS com a missão de fortalecer o papel e a representatividade da Associação junto ao setor através de um novo posicionamento e ações em busca de valorizar o produtor de semente e o seu produto”, salientou o executivo.

“A Vacari chega para somar esforços e contribuir com a interlocução e ações que promovam ainda mais a nossa atividade dentro do setor sementeiro, além de fortalecer a ABRASS dentro do agronegócio nacional”, ressaltou Tiago.

A ABRASS

A Associação Brasileira dos Produtores de Sementes de Soja – ABRASS – foi fundada em 2012, com o objetivo de congregar em uma entidade de classe os produtores de semente de soja, setor que, por sua grandeza e dinamismo, clamava por um fórum multidisciplinar que capitaneasse as mais diversas demandas e fortalecesse a produção de sementes de soja, valorizando a atividade e seu produto final, que é revertido em benefícios para toda a cadeia produtiva da soja.

O maior patrimônio da Associação é o seu corpo de associados, distribuídos por onze estados e no Distrito Federal, representando cerca de 70% da produção de sementes de soja do Brasil.

A ABRASS tem sede em Brasília (DF) e atua em prol das boas práticas na produção de sementes, regulamentação jurídica, marcos legais, difusão de produtos que levem competitividade ao agricultor, aperfeiçoamento de instrumentos de políticas públicas e outras frentes de desenvolvimento da cadeia produtiva.

 

Voltar